Symphonic Winds

Symphonic Winds

Douglas Bostock direcção musical

Luís Duarte Moreira trompa

«Symphonic Winds»

 

Aaron Copland Fanfare for the Common Man
Igor Stravinsky Symphonies of Wind Instruments
Ralph Vaughan Williams “Scherzo alla marcia” from Symphony No. 8
Václav Nelhýbel Concerto for Horn and 16 Instruments
Joaquín Rodrigo Adagio para orquesta de instrumentos de viento
Malcolm Arnold Water Music Op. 82

 

O fascínio pela sonoridade das orquestras de sopros é transversal a compositores de toda a parte. Inaugurando o regresso à Sala Suggia com o célebre hino do norte-americano Copland, a BSP percorre a marcha bem humorada e brilhante do britânico Vaughan Williams e a partitura carregada de sabor hispânico de Joaquín Rodrigo, remetendo-nos para o ambiente do famoso concerto para guitarra que imortalizou o compositor. Quem não escondeu nunca a sua afeição especial pelos instrumentos de sopro foi Igor Stravinski, que construiu um verdadeiro mosaico sonoro onde demonstra toda a sua mestria. Na estreia europeia do concerto para trompa do checo Václav Nelhýbel, a Banda Sinfónica Portuguesa convida o premiado trompista português Luís Duarte Moreira e encerra o programa com a obra que o sinfonista inglês Malcolm Arnold escreveu para ser especificamente tocada dentro de um barco, uma proposta similar que o seu compatriota Haendel recebera há 300 anos.

Notícia anteriorXXIV Curso Nacional de Direção | Douglas Bostock
Novidade seguinteXXV Curso Nacional de Direção